ÍNDICE br x bt

R$34.775,00


Valor Mínimo

R$32.591,07

Valor máximo

R$57.870,03

Valor médio

R$36.340,28

Volume

3109,66BTC

Crypto Trade

3 de julho de 2018

Ordens de Venda: Diferença entre stop-loss e stop-limit

Stop Loss e Stop Limit: conheça as ordens de venda

Um ponto fundamental a ser dominado por quem investe em trade de criptomoedas é o uso de stop orders. As ordens de stop são elementos fundamentais para controlar perdas e proteger os investidores, entretanto, o correto uso envolve muita atenção para evitar perdas desnecessárias.

A ordem mais comum para este tipo de limite de danos é a stop-loss. O que ela faz é disparar uma market order quando o ativo chega ao valor estabelecido. Portanto, possui execução garantida.

No exemplo abaixo, está sendo configurada a venda de 100 tokens EOS na exchange Bitfinex caso o ativo chegue ao limite de USD 8:

 

Stop-Loss_Bitfinex_CryptoTrade_Icoinomia
Market order, plataforma Bitfinex

 

Ao clicar no botão “Exchange Sell”, a ordem ficará configurada da seguinte forma, com indicação no gráfico:

 

Gráfico_Bitfinex_CryptoTrade_Icoinomia
Gráfico: plataforma Bitfinex – indicação market order

 

Ou seja, se a cotação chegar em USD 8, será disparada uma market order para vender 100 EOS, não importando o preço (devemos lembrar que a market não garante valor, mas sim execução, conforme explicado no post sobre as diferenças entre market e limit order).

O que pode acontecer de errado com este tipo de ordem, se você espera receber um valor próximo a USD 8, é que, em uma queda acentuada, com uma grande vela vermelha, a ordem não seja preenchida com velocidade suficiente e o token seja vendido por valores menores do que o disparo da ordem. Aliás, raramente uma ordem de stop é executada no valor exato. O mais normal é que caia sutilmente.

Stop-Limit: garantindo o valor da venda

Se você deseja garantir o valor mínimo de uma execução de stop, o recomendável é utilizar uma stop-limit order. Na mesma simulação acima, eu coloquei uma ordem de stop a USD 8 com o parâmetro de limite fixado em USD 7.5:

 

Limit-order2_Bitfinex_CryptoTrade_Icoinomia
Stop-limit, plataforma Bitfinex

 

O que esta ordem está dizendo, ao clicar em “Exchange Sell”, é que se o ativo chegar a USD 8, será postada uma limit order a USD 7.5, ou seja, o ativo será vendido a USD 7.5 ou mais. Caso a queda seja muito acentuada e o token baixe do valor limite sem que ocorra a execução, a ordem poderá ser preenchida parcialmente, e só voltará a vender se o valor retornar ao estabelecido.

Portanto, enquanto a stop-loss garante execução, a stop-limit garante valor. Sem contar que uma ordem stop-limit assegura o pagamento do marker fee, que geralmente é mais baixo do que o taker fee cobrado em market orders.

Curiosamente, muita gente pensa que o limite de uma stop order precisa sempre ser inferior ao valor do stop, mas isto não é verdade. É possível, por exemplo, colocar uma ordem com limite superior ao stop:

 

Limit-order2_Bitfinex_CryptoTrade_Icoinomia
Stop-limit 2, plataforma Bitfinex

 

Uma boa oportunidade para colocar este tipo de ordem é quando você quer vender o ativo no rebound. Se você acredita que o token pode despencar até USD 8 e subir ligeiramente na recompra, este tipo de ordem vai colocar uma venda ao limite mínimo de USD 8.5, ou seja, maior do que o valor de acionamento do stop.

Cuidados a tomar com stop orders

Uma reclamação muito frequente de quem trabalha com operações de trade de criptoativos com stop é que a cotação da moeda bateu na execução da ordem e subiu novamente. Neste caso, o investidor realiza sua posição vendendo os ativos, e depois não consegue recomprá-los ao mesmo valor.

 

Stop-order_Bitfinex_CryptoTrade_Icoinomia
Gráfico: plataforma Bitfinex

 

Por este motivo, muitos traders que monitoram o mercado preferem não trabalhar com stop orders, apostando na flutuação e optando por vender através de ordens em tempo real.

Até dezembro de 2017, este tipo de atitude poderia produzir bons resultados. Ocorre que as criptomoedas trabalham 24 horas por dia, sem parar, e após o grande bear market de 2018, muitos investidores passaram a repensar suas estratégias e utilizar ordens de stop.

Outro erro muito comum é configurar stop orders muito justas, isto é, próximas ao valor do ativo, de forma que qualquer flutuação dispare a venda sem necessidade. Com criptoativos, geralmente uma ordem de stop deve ser colocada calculando de 10 a 15% de perda, sendo este o risco da operação recomendado por muitos analistas de trade.

A situação ideal para colocar uma ordem de stop é quando você conseguiu comprar o ativo em baixa, ele subiu e já alcançou certa distância do valor de compra. Neste caso, costuma-se dizer que a ordem é para proteção de lucro e não para limitação de danos.

 

 

Leia também: Como fazer arbitragem de Bitcoins e criptomoedas?

Antonio Borba

Antonio Borba é especialista em marketing digital, CEO da Rede Magic e Magic Web Design. Investe em criptoativos e realiza operações de trade. Em seu blog, discute assuntos de videogames vintage (Atari) e outros interesses pessoais:

www.antonioborba.com

O Icoinomia é um instituto de entusiastas das criptomoedas, da descentralização e do desenvolvimento tecnológico democrático. Ofeceremos um ranking para comparar valores e outros aspectos de bitcoins e altcoins, com uma análise imparcial.

Acesse o site: www.icoinomia.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Youtube

LinkedIn